EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Duas mulheres à frente da Irlanda do Norte

Parlamento da Irlanda do Norte, em Stormont, Belfast
Parlamento da Irlanda do Norte, em Stormont, Belfast Direitos de autor ASSOCIATED PRESS
Direitos de autor ASSOCIATED PRESS
De  Teresa Bizarro
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Acordo de governo entre republicanos e unionistas põe fim a três anos de impasse

PUBLICIDADE

Duas mulheres à frente da Irlanda do Norte. Arlene Foster, líder do Partido Democrático Unionista (DUP), é a nova chefe de governo; Michelle O'Neill, do Sinn Féin, é a número dois do executivo.

O entendimento entre os dois partidos permitiu este sábado por fim a nove meses de negociações e a um impasse de três anos. A Irlanda do Norte estava sem governo desde Janeiro de 2017, na sequência de um escândalo financeiro.

A coligação entre unionistas e republicanos é imposta pelo acordo de paz assinado em 1998. Desta vez, promete-se uma nova abordagem. O documento que estabelece as bases da governação chama-se mesmo: "Nova década; Nova abordagem". Melhorar a transparência e reforçar os códigos de conduta aparecem como palavras-chave.

Londres tinha ameaçado com novas eleições se não houvesse governo até segunda-feira.

Com o acordo do Brexit, a fronteira com a Irlanda confere à Irlanda do Norte um estatuto aduaneiro diferente do resto do Reino Unido, mas Belfast terá uma palavra a dizer sobre as regras comerciais que quer para o país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Morreu um dos "artífices" da Paz na Irlanda do Norte

Antigo braço político do IRA pode conquistar o poder

Unionistas terminam bloqueio: parlamento da Irlanda do Norte pode retomar atividade no fim de semana