Última hora
This content is not available in your region

Morreu um dos "artífices" da Paz na Irlanda do Norte

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Borges de Carvalho com LUSA, EFE
euronews_icons_loading
Morreu um dos "artífices" da Paz na Irlanda do Norte
Direitos de autor  AP / Peter Morrison
Tamanho do texto Aa Aa

O antigo líder do Partido Trabalhista Social Democrático norte-irlandês foi um dos principais responsáveis pelo Acordo de Sexta-feira Santa que pôs fim a 30 anos de violência na Irlanda do Norte entre os paramilitares protestantes e o então Exército Republicano Irlandês.

Católico, politicamente moderado, o seu papel nas negociações de paz, que permitiram superar as divisões entre católicos e protestantes, valeram-lhe o Prémio Nobel de 1998 em conjunto com David Trimble, o então primeiro-ministro do governo da Irlanda do Norte e líder do Partido Unionista do Ulster.

Seis anos depois do acordo, em 2004, John Hume notava que o sentimento de insegurança nas ruas já não existia, mas que ainda havia muito trabalho a fazer ao nível político.

Acrescentava que o processo de cura no país só poderia acontecer depois de criadas as instituições e dos representantes de todas as fações começarem a trabalhar em conjunto.

John Hume tinha 83 anos. Morreu na madrugada desta segunda-feira após uma curta doença.