Última hora
This content is not available in your region

Bolsonaro diz que documentário nomeado aos Óscares é "porcaria"

euronews_icons_loading
Bolsonaro diz que documentário nomeado aos Óscares é "porcaria"
Direitos de autor  Democracia em Vertigem / The Edge of Democracy
Tamanho do texto Aa Aa

Uma "porcaria" e uma "ficção": foi desta forma que o presidente brasileiro classificou o filme "Democracia em Vertigem", nomeado na categoria para o melhor documentários nos Óscares de 2020.

Jair Bolsonaro admitiu, no entanto, não ter visto o documentário, que relata a história política recente do Brasil, do auge da esquerda com a chegada ao poder de Lula da Silva em 2003, à sucessão de Dilma Rousseff, aos escândalos que derrubaram os dois líderes e à ascensão da extrema-direita, liderada pelo atual presidente.

Aos jornalistas presentes esta terça-feira em frente ao Palácio da Alvorada, residência oficial do chefe de Estado brasileiro, Bolsonaro disse: "É ficção... Para quem gosta do que o urubu come, é um bom filme."

Questionado sobre se tinha visto o filme, afirmou: "Eu vou perder tempo com uma porcaria dessas?"

A realizadora Petra Costa reagiu no Twitter às críticas de Bolsonaro, afirmando que "é como ser nomeada uma segunda vez, em menos de 24 horas".

A respeito da nomeação para os Óscares, tinha escrito na segunda-feira que "num momento em que a extrema-direita se espalha como uma epidemia", espera que o filme "possa ajudar a perceber como é crucial proteger as democracias".

A nomeação agitou o Brasil, com os políticos de esquerda a felicitarem a escolha e as críticas a multiplicarem-se por parte da direita e do governo.