Última hora
This content is not available in your region

Desemprego em queda na UE e Zona Euro

euronews_icons_loading
Desemprego em queda na UE e Zona Euro
Direitos de autor  اتحادیه اروپا
Tamanho do texto Aa Aa

Pouco a pouco, o desemprego na Zona Euro continua a descer. Os números de dezembro foram agora publicados pelo Eurostat e mostram uma taxa de desemprego de 7,4% no conjunto dos países da moeda única, a cair muito ligeiramente face aos 7,5% de novembro e aos 7,8% do mesmo mês de 2018.

Apesar da melhoria, é uma taxa de desemprego mais de um ponto acima da do total dos países da União Europeia, 6,2%. República Checa, Alemanha e Holanda são os países com taxas mais baixas, enquanto a Espanha e a Grécia apresentam as taxas mais graves, ambas com dois dígitos. Em Portugal, o número ficou abaixo da média - 6,9%, em dados provisórios.

A Grécia tem, de toda a zona euro, a maior percentagem da população ativa no desemprego - 16,6%. Apesar de ser um número alto, confirma-se a constante descida dos valores, a coincidir com uma recuperação económica do país, desde que o desemprego atingiu um máximo de 27,8% em setembro de 2013, no auge da crise.

Quanto aos números do total dos 28 Estados-membros da UE, as notícias são boas, já que este é o valor mais baixo atingido desde que as medições mensais começaram em janeiro de 2000.