Última hora
This content is not available in your region

Multa recorde para a Airbus

euronews_icons_loading
Multa recorde para a Airbus
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

A Airbus vai pagar 3600 milhões de euros à França, ao Reino Unido e aos Estados Unidos para arquivar uma investigação por suposta corrupção.

A construtora aeronáutica europeia concluiu esta semana um "acordo de princípio" com a procuradoria financeira francesa, o gabinete anti-fraude britânico e a justiça norte-americana, que investigavam em conjunto "irregularidades" ligadas nomeadamente aos agentes comerciais que intervinham nos contratos de venda de aviões comerciais ou de equipamento militar.

A maior parte da multa recorde é paga à França, que receberá 2100 milhões de euros. O Reino Unido recebe perto de mil milhões de euros e o ministério da Justiça dos Estados Unidos arrecadará cerca de 500 milhões de euros.

O acordo, que não implica uma admissão de culpa da Airbus, absorverá uma grande parte dos lucros da empresa. Os rendimentos líquidos de 2019 só serão apresentados a meio de fevereiro, mas a Airbus tinha obtido 3100 milhões de euros em lucros em 2018.