Última hora
This content is not available in your region

Mike Pompeo pressiona Cazaquistão

euronews_icons_loading
Mike Pompeo pressiona Cazaquistão
Direitos de autor
AP - KEVIN LAMARQUE
Tamanho do texto Aa Aa

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, encontra-se de visita a algumas das antigas repúblicas soviéticas. Este domingo, no Cazaquistão, o chefe da diplomacia dos Estados Unidos da América pressionou as autoridades do país para serem mais cautelosas com os investimentos e a influência da China.

Mike Pompeo defendeu maior cooperação entre as empresas norte-americanas e cazaques.

"Falei sobre a próxima estratégia da administração Trump para a Ásia Central que coloca a sua independência e prosperidade no centro da nossa abordagem. Apoiamos totalmente a liberdade do Cazaquistão de escolher fazer negócios com qualquer país, seja ele qual for, mas estou confiante de que o país terá melhor resultado quando fizer parcerias com empresas americanas".

No sábado, Mike Pompeo passou pela Bielorrússia, tornando-se no primeiro secretário de Estado norte-americano a visitar aquele país em 26 anos.

Pompeo reuniu-se com o presidente Alexander Lukashenko e afirmou que Washington pretende ajudar a Bielorrússia a construir a própria "soberania" e "independência".

O chefe da diplomacia norte-americana garantiu, ainda, que os Estados Unidos estão dispostos e aptos a fornecer à Bielorrússia 100 por cento do petróleo e gás de que necessitam, depois de a Rússia ter cortado o abastecimento.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.