Última hora
This content is not available in your region

Somália declara emergência nacional

euronews_icons_loading
Somália declara emergência nacional
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A Somália declarou "emergência nacional" para combater uma praga de gafanhotos que assola a região.

Segundo um comunicado do Governo de Mogadíscio, o aumento atual destes insetos "constitui uma grande ameaça para a frágil situação de segurança alimentar na Somália".

Esta é a pior praga de gafanhotos, em África, nas últimas sete décadas. Os insetos têm-se espalhado da Etiópia e Somália para o Quénia.

Segundo estimativas da agência das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, no final de janeiro, apenas uma das "nuvens de gafanhotos" cobria uma área de 2400 quilómetros quadrados.

No Quénia, os milhões de insetos estão a ser combatidos por cinco aviões que estão a dispersar "spray inseticida". O objetivo é evitar que a praga se propague ao Sudão do Sul e ao Uganda.

Segundo a ONU, são necessários cerca de 69 milhões de euros para concluir a operação. Os especialistas afirmam que uma resposta rápida é crucial.