Nacionalistas europeus reunidos em Roma

Nacionalistas europeus reunidos em Roma
Direitos de autor EN
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na ausência de Matteo Salvini, o protagonista foi o primeiro-ministro húngaro Victor Orbán

PUBLICIDADE

“Deus Honra e Pátria” foi o tema da conferência que reuniu em Roma representantes dos partidos nacionalistas da Europa. Um encontro que aplaudiu o Brexit, alertou para o "totalitarismo" da esquerda e lembrou a "revolução que derrubou o comunismo.

Itália e França

Este ano, na conferência anual dos conservadores, os líderes da direita italiana e francesa foram os oradores principais.

Giorgia Meloni, líder do partido “Irmãos de Itália” sublinhou a vontade de manter boas relações com todos os movimentos conservadores e republicanos do mundo, para trocar ideias e cooperar, mas repetiu que trabalha “apenas” para o povo italiano.

Para Marion Marechal, neta de Jean-Marie Le Pen e antiga deputada da "Frente Nacional", os conservadores são quem está melhor preparado para enfrentar os grandes desafios do século XXI.

Victor Orbán

Na ausência de Matteo Salvini, o protagonista em Roma foi o primeiro-ministro húngaro Victor Orbán. No discurso de cerca de uma hora, destacou as razões que o separam Fidesz e o Partido Popular Europeu. Antes da reunião dos conservadores, Orbán encontrou-se com o presidente italiano, Giuseppe Conte, e esta terça-feira com Silvio Berlusconi.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Governo de Orbán rejeita encontro com senadores dos EUA em Budapeste

Manifestantes pedem demissão de Viktor Orbán após resignação da presidente húngara

Manifestantes celebram demissão da presidente da Hungria