Última hora
This content is not available in your region

Um morto e 157 feridos em acidente aéreo na Turquia

euronews_icons_loading
Um morto e 157 feridos em acidente aéreo na Turquia
Direitos de autor  DHA via AP
Tamanho do texto Aa Aa

Um avião da companhia aérea Pegasus, que tentava aterrar no meio do mau tempo no Aeroporto Internacional Sabiha Gökçen, o segundo maior de Istambul, acabou por entrar em derrapagem antes de colidir com um muro de betão. A aeronave acabou partida em três partes, antes de se incendiar.

Segundo o ministro da Saúde turco há, e de acordo com dados provisórios, um morto e 157 feridos, a maioria com ferimentos ligeiros. O piloto e co-piloto estavam em estado crítico, dizia a televisão turca NTV. Não se sabe, para já, quem é a vítima mortal.

No início as autoridades falavam em 120 feridos e nenhum morto.

O avião não explodiu graças à rápida intervenção dos bombeiros.

Os passageiros, os que conseguiam andar, viram-se obrigados a abandonar o Boeing 737 da companhia aérea turca de baixo custo através das fendas criadas pela queda do aparelho. Outros tiveram que aguardar pelas equipas de socorro, alguns por estarem presos.

A NTV transmitiu uma gravação das comunicações entre os pilotos e a torre de controlo, na qual estes eram informados de que outros pilotos tinham já relatado fortes ventos de cauda.

O ministro dos Transportes e Infraestrutura, Mehmet Cahit Turan, explicava que, de acordo com as informações disponíveis tratou-se de uma aterragem forçada depois do avião não ter conseguido perder velocidade, tendo acabado por embater no fim da pista. Foi já iniciada uma investigação ao acidente.

_As derrapagens da Pegasus_

A sete de janeiro um avião da Pegasus, com 164 pessoas a bordo, também derrapou na pista, neste mesmo aeroporto de Istambul. Não houve mortes ou feridos.

Em janeiro de 2018, outro Boeing 737-800 da mesma companhia aérea teve um problema idêntico numa pista do aeroporto Trabzon, no nordeste da Turquia. O avião parou em cima da terra, com o nariz já no mar Negro. Nenhum dos 168 passageiros e tripulantes ficou ferido.

A Pegasus, com sede em Istambul, faz 97 rotas, principalmente na Turquia e destinos na Europa, Médio Oriente e Ásia Central.