Última hora
This content is not available in your region

Covid-19: Espaços culturais europeus em risco

euronews_icons_loading
Covid-19: Espaços culturais europeus em risco
Direitos de autor  Bild aus AFP-Video
Tamanho do texto Aa Aa

O combate à pandemia do novo coronavírus está a fazer com que teatros, bares e discotecas encerrem as portas um pouco por toda a Europa.

Em Berlim, famosa pela vida noturna e cultural, os efeitos já se fazem sentir com algumas casas noturnas a fecharem, seguindo as recomendações do Governo liderado por Angela Merkel.

Para os empresários do setor, esta crise poderá ditar o desaparecimento de muitos espaços culturais e recreativos da capital germânica.

"Esta é para nós a maior crise desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Podemos dizer que nunca vivemos uma ameaça tão grande para a cena cultural. É possível que no final desta crise, uma grande parte da cultura pela qual Berlim é conhecida e graças à qual muitas pessoas se sentem bem em Berlim, desapareça", afirmou o representante da comissão de discotecas de Berlim, Lutz Leichsenring.

Em França, a situação é semelhante. O famoso "Moulin Rouge" de Paris encerrou as portas na sexta-feira, não estando prevista nenhuma data de abertura.

Portugal segue a mesma linha. O Governo decretou o estado de alerta e recomendou aos cidadãos o isolamento. Muitos bares e discotecas, em todo o país, então já encerrados.