Última hora
This content is not available in your region

Navios de cruzeiro evacuados na Austrália e Panamá

euronews_icons_loading
Navios de cruzeiro evacuados na Austrália e Panamá
Direitos de autor  Arnulfo Franco/AP
Tamanho do texto Aa Aa

O navio de cruzeiro Zaandam, com 1800 pessoas a bordo e que se encontra ao largo do Panamá começou a transferir passageiros para outro navio da companhia Holanda América, após o diagnóstico de infeções por coronavírus entre os passageiros.

O objetivo é separar as pessoas saudáveis das doentes. Segundo a companhia dona do navio, pelo menos 130 pessoas manifestaram sintomas de COVID-19.

Um membro da tripulação queixa-se das condições difíceis de confinamento dentro das cabines - espaços com 2 metros por 2,5 - que "não permitem manter a saúde mental", afirma.

O Zaandam devia navegar até à Florida, mas as autoridades do Canal do Panamá tinham impedido a passagem por causa das infeções. O impedimento foi entretanto levantado por razões humanitárias.

Também os ocupantes do navio de cruzeiro alemão, Artania, viram a viagem acabar de repente na Austrália. 46 pessoas apresentavam sintomas de infeção por coronavírus. Nove foram internadas num hospital de Perth. Os passageiros assintomáticos partiram em direção à Alemanha em três voos charter durante o fim de semana.

O Artania é um dos três navios ancorados no porto de Fremantle, com passageiros infetados pelo coronavírus.