Última hora
This content is not available in your region

Easyjet deixa os aviões em terra por causa do coronavírus

euronews_icons_loading
Easyjet deixa os aviões em terra por causa do coronavírus
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

Não são dois, nem três, mas sim 331 aviões em terra. Numa decisão histórica, toda a frota da Easyjet vai deixar de voar, sem data prevista para o regresso aos céus.

De acordo com a companhia aérea de baixo custo, a medida surge na sequência das "restrições sem precedentes às viagens" impostas por governos em todo o mundo, após a crise da covid-19.

Durante a paralisação, a empresa pretende recorrer ao programa de retenção de empregos do governo britânico e compromete-se a pagar 80% dos salários da tripulação.

Em situação normal, a companhia estaria a servir 159 aeroportos através de 1051 rotas.