Última hora
This content is not available in your region

Uma Páscoa diferente na Europa

euronews_icons_loading
Uma Páscoa diferente na Europa
Direitos de autor  Manu Fernandez/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

A Páscoa este ano será distinta para a maioria dos europeus, consequência da pandemia de coronavírus, e marcada por igrejas fechadas, eventos anulados e restrições de movimento que impedirão muitos de festejar como habitualmente em família.

Na Eslováquia, assistiu-se esta quarta-feira a enormes engarrafamentos, depois das autoridades anunciarem um reforço das medidas de confinamento para o próximo fim-de-semana, com o objetivo de limitar ao máximo as viagens por ocasião da Páscoa.

Exército e polícia foram mobilizados em força para fazer aplicar as regras.

Na Irlanda, as autoridades lançaram preventivamente uma campanha para pedir às pessoas que se mantenham afastadas dos destinos turísticos normalmente procurados nesta época. A população foi também encorajada a denunciar à polícia violações das regras de confinamento impostas pelo governo.

Em Espanha, segundo país mais afetado pela epidemia na Europa, o fervor religioso mantem-se, apesar de todas as procissões terem sido anuladas. Na cidade de Málaga, os residentes decidiram celebrar em conjunto a Páscoa, mas através das janelas e varandas, aproveitando também a ocasião para lembrar o grande número de vítimas do coronavírus no país.