Militares portugueses mobilizados para a desinfeção de escolas

Militares formam assistentes operacionais nas escolas portuguesas
Militares formam assistentes operacionais nas escolas portuguesas Direitos de autor Armando Franca/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
De  Teresa Bizarro com Lusa, AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Quase cem equipas vão preparar o regresso às aulas em 520 escolas

Militares do Exército e da Marinha mobilizados em Portugal para a desinfeção profunda das escolas no âmbito das novas medidas de combate à Covid-19.

PUBLICIDADE

Vão ser quase 100 equipas a trabalhar nas 520 escolas sinalizadas. É o primeiro passo para o regresso às aulas dos alunos do ensino secundário que vão ter aulas presenciais das disciplinas de exame. Um regresso que deve acontecer a partir de 18 de maio.

Tiago Brandão Rodrigues, ministro português da Educação, explica que os militares estão já "a trabalhar de forma muito estreita com os agrupamentos de escolas para poderem também formar os assistentes operacionais". O objectivo é levar mais longe as tarefas diárias com "um conjunto de procedimentos que não serão feitos todos os dias, mas que estão a ser acautelados para o caso de necessidade."

Um novo manual de procedimentos foi já divulgado para as escolas portuguesas. As salas de aulas devem ser limpas quando há mudança de turma e os refeitórios após cada utilização.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Aprender em tempo de pandemia

Pandemia mostra falhas na cooperação militar da UE

Exames escolares em tempo de pandemia