Última hora
This content is not available in your region

Pandemia tira empregos e tetos em Portugal

euronews_icons_loading
Pandemia tira empregos e tetos em Portugal
Direitos de autor  LUSA
Tamanho do texto Aa Aa

Como em todo o mundo, em Portugal, a pandemia tirou vidas, tirou empregos e tirou tetos. O Pavilhão do Casal Vistoso serve agora de abrigo de emergência. Um dos 4 complexos transformados pela Câmara Municipal de Lisboa para dar apoio a cidadãos com necessidade de ajuda imediata e de um local onde dormir.

Eu estava a trabalhar num restaurante entretanto, com a situação da Covid-19 fiquei suspenso da minha profissão e não consegui pagar a renda, acabei nesta situação de estar na rua. Felizmente a minha situação está resolvida. Já me conseguiram um emprego, conseguiram dar um rumo à minha vida, por assim dizer.
Rúben Pinheiro
22 anos
Eu sou copeira, preciso que os hotéis, as empresas, os restaurantes abram para poder ter uma vida normal, como toda a gente.
Valéria Mendes
54 anos

Valéria perdeu o emprego e a senhoria convidou-a a sair do quarto que tinha arrendado. No pavilhão, 95 pessoas sem abrigo, de diferentes nacionalidades, têm agora um espaço onde dormir e onde podem fazer a higiene pessoal.

Durará até encontrarmos resposta para estas pessoas. 26 já encontraram emprego e, eu creio, que estamos em boas condições para conseguir boas respostas para cada uma destas pessoas. Está já aprovado e a chegar às associações o financiamento para 100 casas.
Manuel Grilo
Câmara Municipal de Lisboa

Graças a esta iniciativa, pessoas numa situação vulnerável têm igualmente acesso ao sistema de saúde, a apoio social e a várias atividades desportivas e culturais.