Última hora
This content is not available in your region

12 Bancos na corrida para mediar ações do BCI

euronews_icons_loading
Euronews, Luanda, Angola
Euronews, Luanda, Angola   -   Direitos de autor  Luanda Angola
Tamanho do texto Aa Aa

O Banco VTB África, a Caixa Geral Angola e o Banco da China são três dos 12 potenciais candidatos a posição de intermediário financeiro responsável pela mediação das ações da primeira instituição a ser privatizada via bolsa em Angola

Trata-se do Banco de Comércio e Industria, BCI, com 100% de capitais públicos, tendo na sua estrutura acionista a Sonangol, Endiama, ENSA, TCUL, Porto de Luanda, TAAG e Angola Telecom.

Ottoniel dos Santos, presidente da Bolsa de Valores de Angola (Bodiva), anunciou que o conselho de administração do BCI e o Instituto de Gestão de Ativos do Estado são as duas entidades que integram a comissão de negociação e que cabe às mesmas clarificar os investidores sobre os termos de referência para concorrer ao presente leilão.

O presidente do Instituto de Gestão de Ativos do Estado, em entrevista à euronews, explicou que o intermediário financeiro aprovado pode concorrer em consórcio, podendo integrar o referido consórcio de bancos de investimento internacionais desde que previamente qualificado.

Patrício Vilar refere, igualmente, que apesar da crise mundial atual o processo já mereceu a atenção de potencias investidores.

Acelerar o programa de privatizações, que abrange cerca de 195 empresas públicas, é uma das três medidas transitórias traçadas pela equipa económica para reduzir o impacto negativo da Covid-19 sobre o Orçamento Geral do Estado 2020, em Angola.