Última hora
This content is not available in your region

Viktor Orbán pretende estreitar laços com a Bielorrússia

euronews_icons_loading
Viktor Orbán pretende estreitar laços com a Bielorrússia
Direitos de autor  MTV/EBU
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, pretende estreitar os laços políticos e comerciais com a Bielorrússia. Uma posição assinalada durante as negociações com o presidente do país, Aleksandr Lukashenko, em Minsk. Disse também que está na altura da União Europeia suspender as sanções contra a Bielorrússia.

A Hungria apoia a estratégia da Parceria Oriental da UE, da qual a Bielorrússia faz parte. A parceria, neste caso, não pode ser construída com sanções; portanto, a Hungria defende que a União deve finalmente levantar as sanções contra Minsk. Vamos enfatizar este ponto de vista nas negociações europeias.
Viktor Orbán
Primeiro-ministro da Hungria

As medidas restritivas contra a Bielorrússia foram introduzidas em 2004 em resposta ao desaparecimento não resolvido de quatro pessoas: dois políticos da oposição, um empresário e um jornalista em 1999 e em 2000. As medidas incluem um embargo a armas e a outros equipamentos que podem ser utilizados como instrumentos de repressão interna.

Para Viktor Orbán depois da normalização da crise sanitária e da retoma económica terá início uma nova etapa de cooperação entre a Hungria e a Bielorrússia, financiada por uma linha de crédito.