Última hora
This content is not available in your region

Derrame de combustível na Sibéria preocupa ambientalistas

euronews_icons_loading
Derrame de combustível na Sibéria preocupa ambientalistas
Direitos de autor  AP/European Space Agency
Tamanho do texto Aa Aa

Na Rússia, os ambientalistas estão preocupados com o derrame de cerca de vinte mil toneladas de gasóleo no rio Ambarnaya, na Sibéria, que pode atingir o mar de Kara, no oceano ártico.

O derrame aconteceu numa central elétrica em Norilsk. As autoridades conseguiram já retirar cerca de mil metros cúbicos de combustível do rio.

Aleksey Kniznikov, da WWF, diz que já antes do acidente o consumo de peixe deste rio era desaconselhado e o melhor agora é esquecer. Vão ser feitos estudos e provavelmente proibido o consumo da água do rio. Este rio é a base de vida para as populações nativas que vivem a jusante.

Há décadas que a atividade da central elétrica polui as águas do rio Ambarnaya. As instalações são controladas pela Norilsk Nickel, a maior produtora de níquel a nível mundial, cujas atividades fazem de Norilsk uma das áreas mais poluídas em todo o mundo.