Última hora
This content is not available in your region

Parlamento suíço aprova casamento homossexual

euronews_icons_loading
Parlamento suíço aprova casamento homossexual
Direitos de autor  Martial Trezzini/AP
Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho Nacional da Suíça aprovou, esta quinta-feira, um projeto de lei que visa autorizar o casamento a casais do mesmo sexo e o acesso a dadores de esperma para casais lésbicos.

O projeto foi aprovado com 132 votos a favor, 52 contra e 13 abstenções.

Jan Müller, membro do comité "Casamento para Todos" não esconde o contentamento afirmando que foi uma maioria óbvia no Conselho Nacional. " A aceitação do casamento entre pessoas do mesmo sexo, incluindo a doação de esperma, foi muito expressiva. Estamos extremamente felizes", afirma.

Mathias Reynard, deputado do Partido Socialista suíço diz que se está a chegar a uma situação igualitária de quase todos os pontos de vista e isto quer dizer que haverá casamento e direito à adoção, procriação assistida, ou seja, os mesmo direitos que para os casais heterossexuais".

Todos os grupos parlamentares, com exceção do Partido Popular Suíço, de direita, defenderam o projeto de lei "Casamento para Todos". O Partido Democrata Cristão, de centro-direita, condicionou o seu apoio à exclusão da doação de esperma a casais lésbicos, mas este ultimato teve pouco impacto no resultado final.

Os defensores cantam vitória, mas a verdade é que o projeto tem ainda caminho a percorrer até se tornar lei. O Conselho dos Estados - câmara alta do parlamento - ainda está a discuti-lo e um partido evangélico de direita diz que vai tentar lançar um referendo, independentemente do que o parlamento venha a decidir.