Última hora
This content is not available in your region

Covid-19: Os números e as notícias de 15 de junho, segunda-feira

Profissional de saúde prepara-se para receber vítimas da Covid-19 no Cairo
Profissional de saúde prepara-se para receber vítimas da Covid-19 no Cairo   -   Direitos de autor  KHALED ELFIQI/EPA
Tamanho do texto Aa Aa

Em todo o mundo, mais de 8 milhões de pessoas foram contaminadas com o novo coronavírus. O número de vítimas mortais já supera as 430 mil, de acordo com um balanço da agência de notícias AFP baseado em dados oficiais, mas os mais de 4 milhões de recuperados da Covid-19 são um sinal de esperança de melhores dias.

O surto de SARS-CoV-2 terá, ao que tudo indica, surgido em dezembro na cidade chinesa de Wuhan, mas uma investigação da Harvard Medical School sugere que o vírus pode ter começado a espalhar-se pela China ainda em agosto de 2019, antes da primeira confirmação já no último mês do ano. O relatório, que as autoridades chinesas consideraram "ridículo", baseia-se em imagens de satélite de padrões de visitas a hospitais e mecanismos de busca na Internet, que apontam para a possibilidade de o vírus já se encontrar ativo.

Forçados ao confinamento e a impor restrições, muitos países tentam regressar ao "novo normal", mas em simultâneo debatem-se com a ameaça e a necessidade de delinear estratégias robustas para evitar a chegada de uma segunda ou terceira vagas da pandemia.

Atualizações:

21h08 (CET) Dois novos casos positivos de Covid-19 em Angola

Angola começou a semana com a notícia de dois novos casos positivos de infeção por Covid-19. As autoridades de saúde estão a acompanhar os desenvolvimentos. Neste momento, o país soma um total de 142 infeções. Há registo de seis mortes provocadas pelo surto do novo coronavírus.

Ler artigo completo aqui

20h48 (CET) Cerimónia dos Óscares adiada para 25 de abril de 2021

No próximo ano, a 93.ª cerimónia de entrega dos Óscares será adiada dois meses. Acontecerá apenas a 25 de abril, por causa da pandemia de Covid-19, e não no mês de fevereiro, conforme anunciou, esta segunda-feira, a Academia de Artes Cinematográficas dos EUA.

Os filmes que estrearem até 28 de fevereiro de 2021 ainda poderão concorrer às estatuetas douradas.

20h27 (CET) França: Covid-19 faz mais 29 vítimas mortais

A frente da batalha contra a Covid-19 mantém-se em França. Nas últimas 24 horas contabilizaram-se 29 mortes suplementares, de acordo com dados das autoridades de saúde, pelo que o número total de vítimas mortais supera a barreira das 29.400 pessoas.

O número de casos graves, que necessitam hospitalização e reanimação, continua em queda. Motivo de satisfação que levou o ministro da Saúde a referir que "a maior parte da epidemia está para trás." Ainda assim, Olivier Véran alertou para a importância de manter a vigilância porque o coronavírus ainda não se deu completamente por vencido.

18h50 (CET) Qatar Airways vai despedir e reduzir salários de pilotos estrangeiro

Fortemente pressionada pela crise provocada pelo surto do novo coronavírus, a Qatar Airways vai reduzir os salários de pilotos estrangeiros e despedir outros de forma a fazer frente às perdas registadas com a redução do tráfego aéreo. O anúncio foi divulgado esta segunda-feira.

De acordo com a agência de notícias AFP, que teve acesso a uma carta interna do diretor de operações aéreas datada de 4 de junho, a Qatar Airways fez saber que os pilotos estrangeiros mais antigos sofrerão uma redução de 25% nos respetivos salários. Já o mais jovens verão um corte de 15%. Os cortes no salário base não serão aplicados aos profissionais nacionais do Catar.

Sem precisar números exatos, Jassim al-Haroun anunciou ainda que "ao longo das próximas" serão despedidos "numerosos" pilotos estrangeiros.

18H40 (CET) Chile prolonga estado de emergência por mais 90 dias

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou o prolongamento do estado de emergência, decretado a 18 de março por causa da pandemia de Covid-19, por um período adicional de 90 dias.

A medida permitiu restringir encontros em espaços públicos, limitar a circulação, estabelecer quarentenas e recolher obrigatório.

O país da América do Sul conta com mais de 179 casos de infeção. Nas últimas 24 horas morreram 39 pessoas.

18H35 (CET) Covid-19 provoca mais 26 mortes em Itália nas últimas 24 horas

Itália continua a ser castigada pelo surto do novo coronavírus, ainda que de forma mais moderada. Nas últimas 24 horas registaram-se mais 26 mortes por Covid-19, elevando para 34.371 o total de óbitos. De acordo com a Proteção Civil italiana confirmaram-se ainda 303 novos casos de contaminação, o que fez subir para 237.290 o número total de infetados.

A maioria dos casos continua a verificar-se na região da Lombardia.

18h09 (CET) Mais 38 mortes por Covid-19 no Reino Unido

Nas últimas 24 horas, o Reino Unido registou mais 38 mortes por Covid-19, o que representa um agravamento de dois casos em relação ao dia anterior, de acordo com o ministério britânico da Saúde. O número de óbito supera, assim, as 41.700 pessoas.

Paralelamente, as autoridades do Reino Unido identificaram mais de 900 novos infetados, aumentando para 296.857 o número total de casos de contágio diagnosticados desde o início da pandemia.

17h53 (CET) OMS fala em mais de cem casos registados em novo surto na China

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou, de forma preocupante, que o novo surto de Covid-19 na China já tem mais de cem casos confirmados. O diretor-geral da OMS disse que a origem e a dimensão do surto estão a ser investigados em sublinhou esperar que as autoridades de Pequim divulguem, logo que possível, a sequência genética do vírus detetado.

O novo cluster foi reportado na semana passada pelas autoridades depois de cinquenta dias sem relato de nenhum caso por parte da capital chinesa.

17h34 (CET) Aumento de violações em tempo de confinamento na Nigéria

Por causa das restrições impostas para fazer frente à pandemia de Covid-19, o número de casos de violação e de violência doméstica contra mulheres disparou na Nigéria.

De acordo com Mohammed Adamu, inspetor-geral da polícia, entre janeiro e maio de 2020 registaram-se, aproximadamente, 717 violações em todo o país e cerca de 800 suspeitos foram detidos.

A UNICEF estima que uma em cada quatro mulheres nigerianas é vítima de abusos sexuais antes de atingir os 18 anos de idade. A grande maioria não apresenta queixa.

16h57 (CET) 1.492 infeções por Covid-19 na Guiné-Bissau

O surto do novo coronavírus continua a não dar tréguas no continente africano. Na Guiné-Bissau, subiu para 1.492 o número de pessoas infetadas. A Covid-19 já provocou a morte de 15 pessoas.

Ler artigo completo aqui

16h29 (CET) Finlândia suspende estado de emergência de três meses

O executivo finlandês invocou a melhoria substancial da situação epidemiológica e aprovou, esta segunda-feira, a suspensão do estado de emergência, decretado a 18 de março, por causa da pandemia de Covid-19.

Em conferência de imprensa a primeira-ministra, Sanna Marin, alertou, no entanto, que tal não significa que a ameaça desapareceu. Aconselhou, por isso, a população a agir com cautela e a cumprir com as normas de distanciamento social. Na quarta-feira, o Governo analisa se é necessário manter algumas restrições, como a recomendação de não visitar lares de idosos ou a limitação de reuniões públicas para um máximo de 500 pessoas.

Até ao momento, a Finlândia registou 7.108 casos de contaminação com o novo coronavírus e 326 vítimas mortais.

15h50 (CET) Cabo Verde com mais nove casos de Covid-19

Em Cabo Verde registaram-se mais nove casos de contaminação com o novo coronavírus. De acordo com o Ministério da Saúde foram todos diagnosticados na ilha de Santiago: seis em Praia, dois em Santa Cruz e um em Santa Catarina.

Desde 19 de março, contam-se 759 casos de Covid-19 em Cabo Verde. A pandemia já fez seis mortos.

15h37 (CET) Bolsonaro e Putin: Juntos no combate à Covid-19

Em tempo de pandemia, estreitam-se alianças. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o homólogo russo, Vladimir Putin, alcançaram, esta segunda-feira, por telefone, um acordo de cooperação no combate à Covid-19. O anúncio foi feito por Bolsonaro, através do Twitter.

De acordo com o chefe de Estado brasileiro, durante a reunião discutiu-se também a próxima cimeira de chefes de Estado e de Governo dos BRICS, que deverá acontecer em São Petersburgo. O encontro estava inicialmente previsto para junho, mas o presidente russo anunciou o adiamento da data, ainda por definir.

O Brasil e a Rússia são dois dos países mais castigados pela pandemia. De acordo com dados da Universidade Johns Hopkins, o Brasil é o segundo país com mais mortes no mundo e mais casos de Covid-19, sendo apenas superado pelos EUA. A Rússia surge em terceiro lugar em número de casos.

15h33 (CET) Mais de 1.500 mortos com Covid-19 em Portugal

O último boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) dá conta de 1.520 mortes registadas em Portugal relacionadas com a Covid-19, mais três do que no domingo. Neste momento, contabilizam-se 37.036 infetados, mais 346, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

15h01 (CET) Novo confinamento em algumas regiões da Índia

A partir da próxima sexta-feira, 19 de junho, e até ao final do mês, o confinamento está de volta à cidade indiana de Chennai, capital do estado de Tâmil Nadu, e arredores, de acordo com um anúncio das autoridades locais. Em causa está a progressão da pandemia de Covi-19.

De acordo com a medida imposta, o comércio de bens essenciais só pode funcionar até às 14:00 locais e os movimentos dos residentes serão limitados a um raio de dois quilómetros.

No início do mês, a Índia aliviou as restrições impostas a 1,3 mil milhões de pessoas para fazer frente ao surto do novo coronavírus no país, que continua a não dar sinais desaceleração.

Os especialistas estimam que o pico da epidemia só será atingido dentro de várias semanas na Índia. O país conta com mais de 330 mil infetados cerca de 9.500 mortos.

14h38 (CET) 93.ª cerimónia dos Óscares pode ser adiada várias semanas

Por causa da pandemia de Covid-19, a data da cerimónia dos Óscares de 2021, poderá ser adiada algumas semanas. De acordo com a "Hollywood Reporter", os membros da Academia de Artes Cinematográficas dos EUA reúnem-se esta segunda-feira, remotamente, para analisar a data da 93.ª cerimónia dos prémios de cinema.

Tudo aponta para um adiamento de oito semanas em relação à data habitual no final de fevereiro.

13h43 (CET) Irão pode voltar a impor restrições contra da pandemia de Covid-19

As autoridades iranianas alertaram, esta segunda-feira, para a possibilidade de voltar a impor medidas restritivas com o intuito de deter a rápida propagação do surto do novo coronavirus. O anúncio tem como pano de fundo o aumento do número de mortes para mais de uma centena, pelo segundo dia consecutivo.

De acordo com a porta-voz do ministério iraniano da Saúde, Sima Sadat Lari, nas últimas 24 horas registaram-se mais 113 mortes.

Neste momento, contam-se mais de 8.900 vítimas mortais no país, desde que foram reportados os primeiros casos, em fevereiro.

Nas últimas 24 horas também se confirmaram 2.449 novos casos que fizeram soar os alarmes. O Irão conta, para já, com 189.876 casos de infeção provocada pelo novo coronavírus.