EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Angola regista dois novos casos de Covid-19

Angola regista dois novos casos de Covid-19
Direitos de autor AMPE ROGÉRIO/ 2020 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
Direitos de autor AMPE ROGÉRIO/ 2020 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
De  Euronews com Lusa
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Número de infetados com a doença já supera a centena.

PUBLICIDADE

Angola conta com dois novos casos que testaram positivo à Covid-19. Um deles é um polícia, com vínculo epidemiológico por esclarecer. De acordo com a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, o outro caso é de contaminação local, relacionado com a cerca sanitária do Hoji Ya Henda.

Neste momento, o país soma um total de 142 infeções, seis óbitos e 64 recuperados.

No que se refere ao caso do polícia, informou a ministra, o mesmo é membro da equipa de segurança do Centro de Imprensa Aníbal de Melo (CIAM), razão pela qual a conferência de imprensa foi hoje realizada a partir do Ministério da Saúde, enquanto decorre a desinfeção do local.

Sílvia Lutucuta esclareceu que este caso foi detetado durante o rastreio comunitário à equipa de jornalistas que têm estado a acompanhar as conferências de imprensa no CIAM e apoiado na divulgação da informação sobre a pandemia provocada pelo novo coronavírus.

"Nesta altura foram recolhidas 41 amostras, das quais 40 negativas e uma positiva", referiu a ministra, acrescentando que, na terça-feira, será feito o rastreio dos membros da unidade a que este polícia pertence, bem como dos jornalistas que têm estado a acompanhar no CIAM a informação.

A governante apelou à calma da comunidade jornalística, tendo em conta as medidas de prevenção que têm cumprido, salientando que apesar dos resultados negativos é prudente, tendo passado já sete dias, fazer outra vez o teste.

"O cidadão em causa faz turno, portanto, três vezes por semana, tem estado em área de pouco contacto e estão em curso as medidas de saúde pública para se identificar os contactos", salientou.

A ministra descartou a possibilidade de se estar perante um caso de transmissão comunitária.

"Só podemos falar em circulação comunitária quando temos mais de 100 casos sem vínculo epidemiológico, neste caso, em particular, tivemos o resultado hoje, as nossas equipas estão no terreno para fazer a avaliação do infetado e depois continua o trabalho com os contactos até encontramos a fonte de contaminação", referiu.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 433 mil mortos e infetou mais de 7,9 milhões de pessoas em 196 países africanos e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Em África, há 6.465 mortos confirmados e mais de 242 mil infetados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano passou a ser o que tem mais casos confirmados, embora com menos mortes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Quatro mortos em acidente na petrolífera angolana Sonangol

Democratas pressionam Joe Biden para reavaliar candidatura às presidenciais

Biden infetado com covid-19 suspende ações de campanha