Última hora
This content is not available in your region

Sibéria combate cerca de 200 focos de incêndio

euronews_icons_loading
Sibéria combate cerca de 200 focos de incêndio
Direitos de autor  AP/AP
Tamanho do texto Aa Aa

O fumo dos incêndios na Sibéria atinge cada vez mais populações e está a aumentar o risco das chamas chegarem às casas.

Cerca de cinco mil pessoas estão envolvidas na operação para controlar os cerca de 200 focos ativos só naquela região russa.

A área atingida pelos fogos na região de Khanty-Mansi, localizada na parte ocidental da Sibéria, mais do que triplicou durante a última semana: passou de 3.100 para 13.900 hectares. O estado de emergência foi declarado nas áreas de Khanty-Mansyisk, Krasnoyarsk e Yakutia, e em partes de várias outras regiões russas.

O primeiro-ministro, Mikhail Mishustin, anunciou uma ajuda de mais de 2,6 mil milhões de rublos (32 milhões de euros) para ajudar no combate aos fogos.

Durante o verão de 2019, os incêndios na Sibéria queimaram mais de 15 milhões de hectares de floresta boreal. O Copernicus, o serviço europeu de observação das mudanças climáticas, teme que a situação se repita este ano.