Última hora
This content is not available in your region

Áustria: prisão e multa para desrespeito pela quarentena

euronews_icons_loading
Áustria: prisão e multa para desrespeito pela quarentena
Direitos de autor  Ronald Zak/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Uma mulher de nacionalidade bósnia foi condenada, na Áustria, a seis meses de prisão, com pena suspensa e 800 euros de multa, por ter saído de casa, quando se encontrava infetada pelo novo coronavírus.

A mulher assumiu a culpa, mas justificou-se com a necessidade de ir enviar dinheiro para a família, porque tinha uma neta doente no seu país. Alegou que usava máscara, mas o funcionário dos correios que a atendeu desmentiu-a.

A condenação deve-se ao facto de pôr deliberadamente em perigo outras pessoas. O juiz referiu que uma boa percentagem da população austríaca negligencia o a questão do contágio.

A justiça aperta as malhas. Há muitos processos já em curso nos tribunais e, este caso, aponta o caminho.

A Áustria vai alargar a obrigatoriedade de uso de máscara, em diversos locais públicos, devido ao aumento de casos de contágio e a fiscalização do cumprimento das ordens de quarentena.