Última hora
This content is not available in your region

Número de visitantes aumenta em Viena

euronews_icons_loading
Palácio de Schönbrunn
Palácio de Schönbrunn   -   Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

Desde meados de maio que uma das maiores atrações turísticas da capital austríaca, o palácio de Schönbrunn, se encontra aberto.

São boas notícias para todos aqueles que apreciam o esplendor imperial austríaco.

Para trás ficaram os dois meses em que o palácio esteve encerrado devido ao confinamento.

Entretanto, aqui como em outros locais turísticos, foi restabelecida uma certa normalidade que inclui gel desinfetante, máscara e um número limitado de visitantes.

Há dois anos, em 2018, quase quatro milhões de pessoas passaram por aqui.

"Neste momento, estamos a cerca de 30% da capacidade que teríamos sem a pandemia. Os visitantes internacionais estão a aumentar, principalmente da Alemanha, Hungria e Eslováquia, ms também de Itália e da Suíça. De momento, também temos muitos visitantes franceses. Isto quer dizer que os visitantes individuais europeus estão de regresso, o que falta, claro, são os grupos. Claro que também os vistantes internacionais da Ásia e América do Norte", afirma Florian Felder, representante do Grupo Schoenbrunn.

A direção do museu estima que vai levar mais de um ano para o número de vistantes regressar ao nível pré-pandemia.

O palácio de Schönbrunn remonta a meados do século XVIII quando a emperatriz Maria Theresa remodelou e aumentou uma antiga estalagem de caça do século XVII.