EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Número de visitantes aumenta em Viena

Palácio de Schönbrunn
Palácio de Schönbrunn Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A capital austríaca regressa a uma certa normalidade que inclui agora máscaras, gel desinfetante e números limitados de visitantes nas atrações turísticas

PUBLICIDADE

Desde meados de maio que uma das maiores atrações turísticas da capital austríaca, o palácio de Schönbrunn, se encontra aberto.

São boas notícias para todos aqueles que apreciam o esplendor imperial austríaco.

Para trás ficaram os dois meses em que o palácio esteve encerrado devido ao confinamento.

Entretanto, aqui como em outros locais turísticos, foi restabelecida uma certa normalidade que inclui gel desinfetante, máscara e um número limitado de visitantes.

Há dois anos, em 2018, quase quatro milhões de pessoas passaram por aqui.

"Neste momento, estamos a cerca de 30% da capacidade que teríamos sem a pandemia. Os visitantes internacionais estão a aumentar, principalmente da Alemanha, Hungria e Eslováquia, ms também de Itália e da Suíça. De momento, também temos muitos visitantes franceses. Isto quer dizer que os visitantes individuais europeus estão de regresso, o que falta, claro, são os grupos. Claro que também os vistantes internacionais da Ásia e América do Norte", afirma Florian Felder, representante do Grupo Schoenbrunn.

A direção do museu estima que vai levar mais de um ano para o número de vistantes regressar ao nível pré-pandemia.

O palácio de Schönbrunn remonta a meados do século XVIII quando a emperatriz Maria Theresa remodelou e aumentou uma antiga estalagem de caça do século XVII.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Áustria: prisão e multa para desrespeito pela quarentena

Bares e restaurantes abrem na Áustria

Áustria e Alemanha preparam regresso à normalidade