Covid-19: "Culpar é a pior coisa que podemos fazer", diz OMS sobre jovens

Covid-19: "Culpar é a pior coisa que podemos fazer", diz OMS sobre jovens
Direitos de autor FRANCOIS GUILLOT/AFP or licensors
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nos últimos dias têm surgido vários surtos na Europa nas faixa etárias de jovens e de jovens adultos

PUBLICIDADE

Beber na rua, conviver, ou até participar em ajuntamentos ou festas ilegais são alguns dos comportamentos dos mais jovens perante esta pandemia, um pouco por vários países da Europa.

A Organização Mundial da Saúde lembra: "Ninguém é invencível ao novo coronavírus".

Hans Kluge, o diretor-geral da organização na Europa admite que tem de haver mais vigilância nesta faixa etária porque os jovens "acabam por ter contacto com os mais velhos e com grupos de risco.".

O diretor-geral acredita que o governo tem de aprender a comunicar com os jovens através de "atividades com influenciadores ou pessoas que tenham impacto nos jovens"  para cortar o mal pela raíz e deixar as culpas para depois. "Culpar é o pior que podemos fazer", admite Hans Kluge.

Os jovens e jovens adultos têm estado debaixo de avisos para não facilitarem o contacto uns entre os outros. Nas últimas semanas, o número de infeções entre menores de 40 anos disparou em vários países.

Na Suécia, o maior número de positivos acontece em jovens dos 20 aos 29 anos. Na Irlanda, perto de 60% de todos os casos confirmados de Covid-19 ocorreram em pessoas com menos de 45 anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Aumentam novas infeções de Covid-19 em Hong Kong

OMS acusa tabaqueiras de seduzirem os jovens

Airbnb proíbe aluguer de casas para festas