Última hora
This content is not available in your region

Pandemia apaga Festival Sziget do calendário de Budapeste

euronews_icons_loading
Pandemia apaga Festival Sziget do calendário de Budapeste
Direitos de autor  A jogtulajdonos a Sziget fesztivál
Tamanho do texto Aa Aa

É considerado o "Woodstock europeu" e há 27 anos que o verão em Budapeste é sinónimo de Festival Sziget. É um dos maiores festivais de música da Europa na capital húngara que costuma receber um cartaz de vedetas e atrair números impressionantes de pessoas, mas este ano a Ilha da Liberdade está deserta.

A pandemia apagou quase todos os festivais do calendário deste ano. Sziget já recebeu o título de melhor festival europeu várias vezes. As perdas não se refletem apenas a nível cultural, mas também económico.

Tem um enorme impacto económico. O festival é um grande contribuinte do Estado. Contribui com uma grande quantia para o PIB húngaro. Este festival atrai entre 100 a 120 mil turistas até Budapeste todos os anos.
Tamás Kádár
Presidente da organização do festival

A organização foi obrigada a despedir alguns colaboradores e a edição do próximo também está em risco, porque o controlo da pandemia é imprevisível.

Há um ano, esta ponte estava repleta de pessoas. Centenas de milhares de pessoas visitam um dos maiores festivais da Europa. A organização do Sziget está a preparar o evento do próximo ano. E espera que não seja em vão.
Ádám Magyar
Euronews