EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Belgas e italianos recordam desastre de Marcinelle

Belgas e italianos recordam desastre de Marcinelle
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O desastre na mina de carvão de Bois du Cazier na Bélgica provocou 262 mortos, na sua maioria italianos que haviam emigrado

PUBLICIDADE

Belgas e italianos recodaram este sábado o desastre de Marcinelle.

Foi há 64 anos que o infortúnio se abateu sobre a antiga mina de carvão de Bois du Cazier em Marcinelle, na Bélgica, um dos piores acidentes laborais alguma vez ocorridos na Europa.

A data assinalou-se este ano em formato reduzido devido à pandemia de Covid-19. Apenas meia centena de pessoas foram autorizadas a participar.

O presidente italiano Sergio Mattarella enviou uma mensagem lida pela representante oficial de Itália na Bélgica.

"Neste dia, há 64 anos, 262 mineiros perderam as vidas, incluindo 136 italianos. Recordemos os sacrifícios de tantos dos nossos concidadãos que emigraram para trabalharem", disse Elena Basile.

Foi no dia 10 de agosto de 1956 que o desastre ocorreu. A maior parte das vítimas era de nacionalidade italiana mas entre os mortos contaram-se igualmente belgas, polacos, gregos, alemães, franceses, húngaros, um inglês, um holandês, um russo e um ucraniano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Jovens alemães exigem encerramento de mina de carvão

Índia: Dezenas de mineiros soterrados em mina de carvão

36 pessoas morreram numa mina de carvão na Rússia