Última hora
This content is not available in your region

Médicos russos autorizam transferência de Navalny para Berlim

euronews_icons_loading
Médicos russos autorizam transferência de Navalny para Berlim
Direitos de autor  Andrew Lubimov/Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Os médicos que acompanham Alexei Navalny voltaram atrás e deram luz verde à transferência do líder da oposição russa para um hospital alemão.

A decisão foi anunciada por Anatoly Kalinichenko, chefe adjunto do hospital Omsk, na Sibéria. Kalinichenko justificou a mudança de opinião com o estado estável do doente e com o pedido da família.

Navalny está em coma por causa de um suposto envenenamento. Entrou no hospital esta quinta-feira, depois de desmaiar no voo que partiu de Tomsk, também na Sibéria, com destino a Moscovo. O avião fez uma aterragem de emergência para que o político de 44 anos pudesse ser avaliado num hospital.

A família acredita que Navalny foi envenenado no aeroporto de Tomsk, com uma substância tóxica misturada no chá, a única coisa que ingeriu durante o dia

Durante mais de 24 horas, os médicos russos impediram a transferência para a Alemanha “por causa da situação critica” do doente.

A mulher de Navalny disse aos jornalistas que foi expulsa à força do hospital e que os médicos russos não a deixaram falar com os médicos alemães.

Já de madrugada, foram autorizadas visitas dos familiares e médicos de Navalny.