Última hora
This content is not available in your region

Inimigo nº1 de Putin

euronews_icons_loading
Inimigo nº1 de Putin
Direitos de autor  Pavel Golovkin/Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Advogado, ativista anticorrupção e o principal opositor do presidente russo, Alexei Navalny ficou conhecido pelos comentários nas redes sociais no início dos anos 2000. Os vídeos no Youtube, em que tornou públicas investigações sobre suspeitas de fraude no governo russo, têm milhões de visualizações.

É autor de um documentário sobre a alegada riqueza ilícita do antigo Primeiro-Ministro Dmitri Medvedev, condenou acordos secretos e fez da luta contra a corrupção das elites a principal atividade.

Mark Galeotti, especialista em assuntos sobre a Rússia, destaca a pesquisa que está por detrás das denúncias anticorrupção nos vídeos do youtube. Considera Navalny como a figura não oficial e não-governamental mais reconhecida do país.

A "cara da oposição"

As grandes manifestações contra fraudes nas legislativas em 2011 e 2012 colocaram-no na primeira fila dos protestos. Depois concorreu a Presidente da Câmara de Moscovo e conseguiu 27% dos votos.

Em 2015, depois do assassinato de Boris Nemtsov, o então líder russo da oposição, tornou-se no adversário número um de Putin.

As autoridades russas já acusaram várias vezes Navalny de desvio de fundos e fraude. Foi detido várias vezes e cumpriu pena na prisão por organizar protestos anti-Kremlin.

Foi impedido de concorrer às eleições presidenciais de 2018 e ficou com uma lesão no olho causada por uma substancia química, depois de ser atacado por agressores desconhecidos.

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem considera que as detenções de Alexei Navalny, entre 2012 e 2014, foram politicamente motivadas e violaram os direitos humanos.

Moscovo não concorda com a decisão.