EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Motoqueiros contra assassinato de agricultores na África do Sul

Motards em Pretória
Motards em Pretória Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cerca de cinco mil "motards" viajaram de todos os cantos da África do Sul até Pretória para protestar e chamar a atenção para o elevado número de assassinatos de agricultores e o que chamam de racismo.

PUBLICIDADE

Milhares de motoqueiros de toda a África do Sul viajaram até à sede do governo em Pretória para protestar contra os ataques aos agricultores e o que chamam de racismo. Em frente ao complexo governamental, muitos dos cerca de cinco mil "motards" deixaram cruzes para chamar a atenção dos governantes, em especial do presidente Cyril Ramaphosa.

"Estou aqui para apoiar o facto de existirem demasiados assassinatos, todas as vidas são importantes e que os assassinatos têm que parar", diz uma mulher.

"Sem os agricultores, não há comida. Sem comida, a África do Sul vai passar fome", explica um motoqueiro.

Dezenas de agricultores, a maioria de brancos, perdem a vida todos os anos, vítimas de violentos assaltos. De acordo com dados oficiais, no ultimo ano, até abril, registaram-se 49 assassinatos.

Os agricultores pretendem mais segurança policial e processos judiciais expeditos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Dois tiroteios em bares na Á´frica do Sul

Cyril Ramaphosa reconduzido ao cargo de Presidente da África do Sul

O 'pezinho de dança' de Theresa May na visita à África do Sul