A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Cyril Ramaphosa reconduzido ao cargo de Presidente da África do Sul

Cyril Ramaphosa reconduzido ao cargo de Presidente da África do Sul
Direitos de autor
رويترز
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os apoiantes do Congresso Nacional Africano saíram uma vez mais para as ruas da África do Sul para festejar a vitória nas eleições mas nem tudo são rosas no antigo partido de Nelson Mandela. Afinal de contas, os 57,5% dos votos alcançados são o pior resultado para um partido que nunca tinha ficado abaixo dos 62% desde o fim do apartheid.

Cyril Ramaphosa, que se encontrava no poder desde a demissão de Jacob Zuma, garante assim um mandato de cinco anos. Na hora da vitória, não deixou de lembrar Nelson Mandela, referindo que agora podíamos apreciar melhor a frase do antigo presidente na tomada de posse a 10 de maio de 1994: "Vamos deixar a liberdade reinar."