Última hora
This content is not available in your region

Índia acusa China de nova "provocação" militar

euronews_icons_loading
Posto de controlo do Exército indiano na região de Ladakh (arquivo)
Posto de controlo do Exército indiano na região de Ladakh (arquivo)   -   Direitos de autor  AP/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Pequim negou que tropas chinesas tenham atravessado a fronteira disputada com a Índia na região dos Himalaias.

Num novo episódio de tensão entre as potências asiáticas, Nova Deli tinha denunciado "movimentos militares provocadores", acusando o Exército chinês de realizar uma incursão entre 29 e 30 de agosto nas imediações do Lago Pangong, na região de Ladakh.

A chamada Linha de Controlo Real, que define a fronteira entre os dois países, não tem uma demarcação consensual e a região foi palco, a 15 de junho, de um violento encontro entre tropas dos dois países. Tratou-se do primeiro confronto mortífero entre os exércitos chinês e indiano nos últimos 45 anos e saldou-se em duas dezenas de mortos do lado indiano e um número indeterminado de baixas do lado chinês.