Última hora
This content is not available in your region

Inundações e incêndios assolam Europa

euronews_icons_loading
Inundações e incêndios assolam Europa
Direitos de autor  A. Perez/Copyright 2020 Europa Press
Tamanho do texto Aa Aa

Chuvas e ventos fortes atingiram, nos últimos dias, as províncias suíças do Tirol, Caríntia e Salzburgo.

As autoridades registaram múltiplos deslizamentos de terra, várias estradas foram cortadas e milhares de pessoas ficaram sem eletricidade.

De acordo com os "media" locais, as operações de limpeza e reparação vão prolongar-se por semanas.

O presidente da Câmara Municipal de Gschnitz, Christian Felder, recorda que decorreu tudo muito rápido. Tiveram apenas 15 ou 20 minutos para reagir.

Mais a sul, em Itália, o mau tempo levou as autoridades a colocar em alerta meteorológico laranja as regiões de Veneto, Alto Adige e Lácio.

As intempéries fizeram, pelo menos quatro mortos.

Já na Sicília, foi o calor e as chamas que provocaram estragos.

Um grande incêndio, perto de Palermo, levou à retirada de 400 pessoas.

Também na Grécia, foram as labaredas a causar preocupações.

As chamas atingiram, na segunda-feira, os monumentos arqueológicos de Micenas, a cerca de 120 quilómetros a sudoeste de Atenas. As autoridades já informaram que os estragos na cidade fortificada da Idade do Bronze foram mínimos.

Já em Espanha, o incêndio na região de Huelva, que levou à retirada de 3200 pessoas das suas casas e devastou cerca de 10.000 hectares, está estabilizado. Mais de uma centena de bombeiros estão ainda no local para controlar as chamas.