Última hora
This content is not available in your region

Surtos de Covid-19 encerram escolas em França

Surtos de Covid-19 encerram escolas em França
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

O ano letivo ainda mal tinha começado e já os alunos desta escola primária tiveram de regressar a suas casas. Esta escola situada perto da cidade de Lyon é uma das 22 escolas que foram encerradas em França devido a casos comprovados ou suspeitos de Covid-19.

Na terça-feira, os professores foram colocados em quarentena depois de terem estado em contacto com um colega que estava infetado pelo novo coronavírus.

Todas as escolas do país, privadas ou públicas, devem seguir o plano de contingência, como explica o diretor adjunto da Educação Católica da diocese de Lyon, Jean Brun.

"Quando se chega a três casos comprovados, a escola é automaticamente fechada, porque é um agrupamento, esta é a regra oficial. Aqui foi um pouco diferente: entre os professores, um tinha Covid e tinha estado em contacto com outros, o que levou ao encerramento total da escola."

O caso apanhou de surpresa muitos pais. Para minorar a situação, a escola compromete-se a cuidar de 20 crianças de um total de 280 alunos. Para os outros, as aulas são feitas a partir de casa e os trabalhos são enviados pelos professores. Uma situação longe da ideal, que tem vindo a acontecer desde o início da pandemia, em março, e que preocupa os pais.

Patrick Shartz é encarregado de educação e conta que "os pais já tiveram de lidar com esta situação durante muitos meses. O encerramento da escola faz sentido, não poderíamos tê-la deixado abrir, mas existe uma enorme preocupação entre os pais sobre o acompanhamento pedagógico." Para ele, os pais não podem substituir os professores.

Esta escola não foi a única a ser encerrada, em França, na primeira semana de aulas. O Primeiro-Ministro, Jean Castex, tentou já tranquilizar a população afirmando que 22 em 60 mil escolas é um número bastante baixo e que os surtos estão circunscritos.

O jornalista de euronews, Guillaume Petit, conclui que "como o número de casos diários de Covid-19 tem vindo a aumentar em França, esta é uma das 22 escolas que foram encerradas nos últimos dias. 10 delas estão localizadas no departamento ultramarino da Reunião e mais de 100 salas de aula foram também encerradas, mas a situação permanece temporária porque, por exemplo, esta escola poderá reabrir dentro de alguns dias."