Última hora
This content is not available in your region

Surto belga após férias no Algarve pode ter sido importado

euronews_icons_loading
Surto pode não ter tido origem em Portugal
Surto pode não ter tido origem em Portugal   -   Direitos de autor  RTP
Tamanho do texto Aa Aa

As sete dezenas de jovens belgas, com idades compreendidas entre os 18 e os 20 anos, infetados com Covid-19 após regressarem de férias passadas em Albufeira, no Algarve, não terão cumprido com as regras de segurança.

De acordo com a Direção-Geral de Saúde (DGS) de Portugal, um operador turístico que organizou a viagem da maioria dos jovens admitiu essa versão, ressalvando que a importância das normas foi "insistentemente" comunicada aos jovens.

As autoridades de saúde do Algarve vão proceder a uma análise retrospetiva dos acontecimentos, mas admite-se a possibilidade o surto ter tido origem fora de Portugal, como explicou o presidente da Administração Regional de Saúde do Algarve, Paulo Morgado.

É muito mais provável que este contágio tenha sido trazido da Bélgica do que ter acontecido em Portugal.

Tratando-se de um grupo que partilha espaços e que convive de forma muito próxima, o contacto e o contágio estão mais facilitados.
Paulo Morgado
Presidente da ARSA

São agora 77 os jovens, de um grupo total de 130, oriundos de várias cidades belgas, que testaram positivo à Covid-19.

Neste momento encontram-se a cumprir isolamento domiciliário na Bélgica.

De acordo com a DGS, muitos desses jovens partilharam o mesmo alojamento.