Última hora
This content is not available in your region

Ciclone "Ianos" deixa rasto de morte e destruição

euronews_icons_loading
Ciclone "Ianos" deixa rasto de morte e destruição
Direitos de autor  ΑΠΟΣΤΟΛΗΣ ΝΤΟΜΑΛΗΣ/ 2020 ΑΘΗΝΑΙΚΟ-ΜΑΚΕΔΟΝΙΚΟ ΠΡΑΚΤΟΡΕΙΟ ΕΙΔΗΣΕΩΝ
Tamanho do texto Aa Aa

Depois da tempestade, a bonança e a avaliação dos estragos. O ciclone Ianos deixou um rasto de destruição na sua passagem pela Grécia este fim de semana. A região de Tessália, no centro do país, foi a mais afetada e foi aí também que se registaram as três vítimas mortais da intempérie.

Os danos materiais foram avultados, a fúria das águas destruiu pontes, estradas e deixou mais de cinco mil casas severamente danificadas. A região é fundamental para a agricultura grega e o ministério do setor já se encontra no terreno para avaliar o impacto da tempestade nas colheitas e nos animais.

O primeiro-ministro Kyriakos Mitsotakis também já prometeu visitar a região esta semana. O governo grego elogiou o trabalho desempenhado por bombeiros e proteção civil, tendo prometido também ajuda financeira para todas as famílias atingidas pelo ciclone Ianos.