Itália autoriza desembarque de migrantes no norte da Sardenha

Itália autoriza desembarque de migrantes no norte da Sardenha
Direitos de autor La nave Alan KurdiRAI
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O navio humanitário Alain Kurdi, da organização não-governamental Sea-Eye, tem finalmente um porto seguro onde os 125 migrantes que tem a bordo devem poder desembarcar sexta-feira.

PUBLICIDADE

O navio humanitário Alain Kurdi, da organização não-governamental Sea-Eye, tem finalmente um porto seguro onde os 125 migrantes que tem a bordo devem poder desembarcar sexta-feira.

Depois de ter atracado no porto de Arbatax, na Sardenha, esta quinta-feira, o navio foi encaminhado para Olbia, no norte da ilha, onde deve estar às 6 horas da manhã, hora local, para o desembarque das pessoas resgatadas no mar, entre elas, crianças.

Em Roma, o ministério italiano do Interior confirmou ter autorizado o desembarque, mas informou que apenas 25 dos 125 migrantes a bordo do navio vão ficar em Itália.

Na quarta-feira, a França pediu à Itália para deixar o barco atracar, quando este se dirigia para o porto de Marselha, por não conseguir atracar num porto da costa italiana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Salvini julgado por recusar desembarque de migrantes: "Orgulhoso do que fiz"

A crise dos migrantes na fronteira franco-italiana

Mais de 1500 migrantes foram resgatados em quatro dias nas costas italianas