Última hora
This content is not available in your region

69 milhões já votaram nas presidenciais americanas

euronews_icons_loading
69 milhões já votaram nas presidenciais americanas
Direitos de autor  Mary Altaffer/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

A campanha nos Estados Unidos intensifica-se, ao mesmo tempo que milhões de eleitores já votaram, pouco menos de uma semana antes das eleições. A correr para apagar a desvantagem que as sondagens lhe dão, o Presidente Donald Trump visitou três Estados num só dia - Michigan Wisconsin e Nebraska.

Já o rival democrata Joe Biden esteve na Geórgia, um estado tradicionalmente republicano, mas que sofreu mudanças demográficas, com mais jovens eleitores, podendo cair no campo democrata. A nível nacional, as sondagens dão a Biden uma vantagem de 10 pontos, mas isso não parece preocupar Trump.

Disse o presidente: "As sondagens dizem que não posso ganhar. A verdade é que estamos a liderar em quase todo o lado. Também estou a trabalhar para isso". Já Biden disse: "Escolhemos a esperança em vez do medo, a unidade em vez da divisão, a ciência em vez da ficção. E sim, a verdade em vez da mentira. É tempo de nos erguermos e retomarmos a nossa democracia".

Até agora, pelo menos 69 milhões de americanos já usaram o voto antecipado. Muitos porque em tempo de pandemia temem as assembleias de voto cheias, outros por sentirem que, nestas eleições cruciais para o futuro do país, votar é mais importante que nunca. O número de votos antecipados ultrapassa de longe os 58 milhões registados em 2016.