Última hora
This content is not available in your region

Costa pede estado de emergência em Portugal

euronews_icons_loading
António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa debatem estado de emergência em Portugal
António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa debatem estado de emergência em Portugal   -   Direitos de autor  MANUEL DE ALMEIDA/ 2020 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
Tamanho do texto Aa Aa

António Costa pediu a Marcelo Rebelo de Sousa a implementação do estado de emergência em Portugal. A medida terá, de acordo com o primeiro-ministro, uma "natureza preventiva" e uma extensão superior a 15 dias.

Caso o presidente da república aceite a proposta, o governo fica dotado de ferramentas jurídicas excecionais para fazer face à pandemia de covid-19, entre elas a limitação pontual à liberdade de circulação, a imposição do "controlo de temperatura no acesso a locais públicos ou locais de trabalho", a alocação de "meios de saúde privados e do setor social" e o recurso a elementos das Forças Armadas" e "servidores públicos que não podem estar no exercício normal da sua atividade" para atividades de rastreamento e acompanhamento, "sob o controlo das autoridades de saúde", explicou o primeiro-ministro português.

Costa e Marcelo reuniram-se, esta segunda-feira, às 10h30 (hora local), após uma cerimónia de homenagem aos mortos no país, com especial enfoque nas vítimas da covid-19. Seguiram-se os partidos com assento parlamentar.

Agora o presidente quer ouvir os parceiros sociais e a auscultação vai decorrer durante terça-feira e quarta-feira.

No entanto, PS e PSD já garantiram que vão aprovar o decreto na Assembleia da República.

Portugal registou esta segunda-feira mais 2506 contágios de covid-19 e 46 mortes relacionadas com a doença.