Última hora
This content is not available in your region

Escrutínio também equilibrado na corrida ao Congresso norte-americano

euronews_icons_loading
Congresso norte-americano à espera da definição nas duas câmaras
Congresso norte-americano à espera da definição nas duas câmaras   -   Direitos de autor  AP Photo/Mark Tenally
Tamanho do texto Aa Aa

Seis senadores por definir e pouco mais de 60 Representantes ainda com assento por preencher deixam tudo em aberto no controlo das duas câmaras do Congresso dos Estados Unidos.

Com grande parte do escrutínio já realizado, os Republicanos não vacilam na liderança da Câmara Alta, mas os Democratas, que partiram em desvantagem, conseguiram "virar" um dos assentos e ainda tem seis em aberto para manter vivo o sonho de recuperarem seis anos depois o controlo do Senado.

Nas contagem conhecida às 15 horas, de Lisboa, os conservadores tinham 47 senadores contra 45 liberais e dois independentes. A maioria da câmara alta é conseguida com 51 senadores.

Na Câmara dos Representantes, a líder da "casa", a democrata Nancy Pelosi assumiu em público que "bem cedo" teria ficado a saber que os Democratas iriam manter o controlo entre os 435 lugares, numa disputa onde a vitória presidencial pode vir também a ser determinante, em caso de equilíbrio .

Os Democratas somavam 189 lugares e precisavam de garantir menos de 30 para chegar aos 218 da maioria. Mas os Republicanos não seguiam muito longe e somavam já 183 representantes.

O quarteto de democratas conhecido como "o esquadrão", pela forma como se têm oposto a Donald Trump nos últimos dois anos, conseguiu um segundo mandato na câmara baixa do congresso dos Estados Unidos.