Última hora
This content is not available in your region

Ópera de Madrid anuncia novas medidas anti Covid-19

euronews_icons_loading
Theatro Real de Madrid
Theatro Real de Madrid   -   Direitos de autor  AFP
De  Joao Duarte Ferreira
Tamanho do texto Aa Aa

Ao contrário de outras óperas por todo o mundo, o Theatro Real de Madrid optou por continuar a atuar frente a uma audiência.

Depois de um escândalo em setembro relacionado com as medidas de distanciamento social, a direção revelou esta segunda-feira novas medidas destinadas a evitar os contágios por Covid-19.

As novas medidas abrangem todas as áreas do edifício incluindo os bastidores.

"Se há um cantor ou alguém que não está ao corrente da situação, e há pessoas que não estão a respeitar isto, nós repreendemo-los e denunciamos porque estão a brincar com os nossos empregos e sonhos e com a vontade do teatro em continuar", afirma o diretor de guarda-roupa, Ovideo Cenera.

Um novo sistema de ar condicionado significa que todo o oxigénio é proveniente do exterior e não é reciclado, reduzindo assim os riscos de infeção.

Luzes de ultravioleta ajudam a manter os espaços livres de possíveis focos de infeção.

"Tenho muito cuidado, nunca me senti insegura, somos sempre testados, utilizamos máscaras, é muito rigoroso aqui no teatro", adianta a soprano da Lituânia, Asmik Grigorian.

Todos quantos trabalham aqui são sujeitos a testes regulares.

Varios centros de testes foram instalados no edifício.

"Temos mesmo que continuar, temos que nos manter vivos, continuar a trabalhar sob estas novas circunstâncias, Seria loucura trabalhar da forma como costumávamos trabalhar", conclui o diretor do Theatro Real Ignacio Garcia-Belenguer.

Para além das regras de distanciamento social, os membros do público têm ainda que utilizar máscara e ser sujeitos a medições de temperatura.