Última hora
This content is not available in your region

ONU lança apelo humanitário recorde

euronews_icons_loading
ONU lança apelo humanitário recorde
Direitos de autor  Sunday Alamba/Copyright 2017 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas lançam esta terça-feira um apelo humanitário recorde no valor de 29 mil milhões de euros para combater os efeitos da pandemia em 2021.

De acordo com a organização internacional, a pandemia lançou milhões de pessoas na pobreza e na fome.

"A perspectiva que apresentamos é a mais sombria em termos humanitários, penso eu, e trata-se de um reflexo dos efeitos provocados pela pandemia de Covid-19", anunciou Mark Lowcock, o coordenador da ONU para Assuntos Humanitários.

O representante da ONU afirma que a pobreza extrema vai aumentar, a primeira vez que tal acontece desde os anos 90.

"No início de 2020 pensavamos que praticamente 170 milhões de pessoas iriam necessitar de auxílio humanitário este ano. Em 2021 pensamos que sejam 235 milhões, um aumento de 40% e este aumento deve-se quase inteiramente à pandemia", acrescentou o alto responsável da ONU.

O Iémen e a Síria são dois dos países mais afetados.

Moçambique integra igualmente esta lista devido à instabilidade causada por atividades extremistas no norte do país.