Última hora
This content is not available in your region

Áustria adere aos testes em massa

euronews_icons_loading
Áustria adere aos testes em massa
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Cada vez mais países europeus aderem ao sistema de testes em massa para combater a pandemia. Na Áustria, a participação nos testes voluntários foi bastante baixa até agora: nalgumas regiões, apenas um terço da população fez o teste. As pessoas culpam os problemas informáticos na altura do registo.

Os testes em massa em todo o país, programados para antes do Natal, pretendem evitar um novo aumento das infeções durante as férias - é este o plano do Ministério da Saúde:

O objetivo é detectar pessoas que estão infetadas sem saberem - pessoas que não apresentam sintomas.
Rudolf Anschober
Ministro da Saúde

No entanto, os testes rápidos têm uma margem de erro. Os resultados positivos são testados novamente.

Várias semanas antes da Áustria, a Eslováquia já tinha realizado testes em massa em todo o país. Mas Bratislava cancelou repentinamente a terceira fase de testes, o que foi uma grande surpresa. De acordo com a Associação Médica Austríaca, os testes em massa são uma medida importante.

Na Eslováquia, o teste em massa funcionou muito bem duas vezes e acho que o terceiro teste foi adiado devido a conflitos políticos.
Thomas Szekeres
Associação Médica Austríaca

Não apenas conflitos, mas também a incertezas. De acordo com os especialistas, não está claro se o confinamento ou os testes em massa reduziram o número de infeções na Eslováquia. No entanto, todos os especialistas concordam numa coisa: para que o teste em massa seja eficaz, deve ser repetido. Na Áustria, há planos para testar a população novamente no início de janeiro.