Última hora
This content is not available in your region

Material militar russo leva EUA a impor sanções à Turquia

euronews_icons_loading
Sistema de defesa antiaéreo S-400
Sistema de defesa antiaéreo S-400   -   Direitos de autor  AP/Turkish Defense Ministry
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos anunciaram a imposição de sanções à Turquia depois de Ancara ter adquirido sistemas de defesa antiaéreos à Rússia. A medida era há muito esperada mas só agora Washington passou das palavras à ação. As sanções apenas se aplicam às autoridades militares turcas e à indústria do setor da defesa mas promete piorar ainda mais as relações entre os dois países.

O Ministério da Defesa turco já condenou a decisão e promete responder quando achar conveniente. Moscovo também se manifestou e classificou as sanções norte-americanas de ilegais.

Já Ancara, defende-se com a falta de opções, uma vez que nem a União Europeia nem os EUA apresentaram uma alternativa ao material militar russo considerado essencial para defesa do território turco.

Antes do anúncio, Recep Tayyip Erdoğan tinha já desafiado os parceiros da NATO, dizendo que da União Europeia não esperava sanções, mas sim que cumprisse a promessa adiada há anos de aceitar a Turquia como membro. Em relação aos Estados Unidos, o presidente turco lembrou que eram aliados na NATO e que a única coisa que esperavam era apoio na luta contra as organizações terroristas que atuam na região.