EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Vacina da Pfizer em distribuição nos EUA

Vacina da Pfizer em distribuição nos EUA
Direitos de autor Morry Gash/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Morry Gash/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Operação "Warp Speed" pretende vacinar 20 milhões de pessoas até fim de dezembro.

PUBLICIDADE

Partiram no domingo dos armazéns da Pfizer no Michigan, são milhões de doses de vacinas anti-Covid-19 que chegam aos hospitais e a outros pontos de distribuição nos Estados Unidos.

É uma operação gigantesca que marca o início da maior campanha de vacinação alguma vez lançada em solo norte-americano. Gigantesca e ao mesmo tempo delicada, porque as vacinas devem ser armazenadas a 70 graus negativos e a cadeia de frio não pode ser quebrada.

A vacina, aplicada em duas doses, terá 95% de eficácia contra a covid-19 e foi a primeira a ser aprovada nos Estados Unidos. É o resultado de uma colaboração entre a farmacêutica norte-americana Pfizer e a alemã BioNTech - também recebeu aprovação no Canadá, Reino Unido, Bahrein e na Arábia Saudita.

A vacina já chegou a, aproximadamente, 145 locais e vai chegar a mais zonas ao longo da semana. O secretário de Saúde dos Estados Unidos, Alex Azar, visitou um centro de operações, no arranque desta operação apelidada de "Warp Speed" que ambiciona um processo vacinação em alta velocidade.

A primeira entrega da vacina da Pfizer/BioNTech vai chegar a, aproximadamente, três milhões de pessoas. Os lares de idosos são a prioridade neste programa de vacinação que tem como objetivo vacinar 20 milhões de pessoas no total até ao final de dezembro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

J.D. Vance aceitou nomeação do Partido Republicano para a vice-presidência de Trump

Biden infetado com covid-19 suspende ações de campanha

Juíza manda arquivar caso dos documentos secretos contra Trump