Última hora
This content is not available in your region

Legalização da canábis na Macedónia do Norte

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Legalização da canábis na Macedónia do Norte
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Estivemos numa unidade germano-polaca de produção de canábis, na Macedónia do Norte.

É apenas uma das 57 unidades de produção de marijuana, no país. O interesse neste negócio é cada vez maior devido à crescente procura no mercado global e às intenções do governo de alargar o âmbito da sua utilização no território nacional.

Borjan Jovanovski reporta: "Estas plantas, reclassificadas pelas Nações Unidas como um opiáceo menos perigoso, estão a crescer nas proximidades da capital da Macedónia do Norte, aguardando que o Parlamento decida sobre o âmbito da sua utilização. num futuro próximo.

Zlatko Keskovski é um dos produtores que aguardam a nova lei: "O que esperamos da mudança da lei que está em curso há mais de dois anos é que nos dê a oportunidade de exportar a flor como produto final.

As exigências dos produtores de marijuana para uso medicinal foram apoiadas por organizações da sociedade civil que pretendem a sua legalização para uso recreativo.

As avaliações do setor empresarial mostram que mudanças na lei que permitam uma utilização ampla desta planta terão um impacto significativo no desenvolvimento económico do país.

Zlatko Keskovski já fez as contas: "Penso que, em geral, se o mercado for legalizado, com os turistas que estarão aqui para o utilizar, a Macedónia, como país, terá um impacto de cerca de 100 mil milhões de euros por ano a partir da legalização.

O governo está a considerar a aprovação de uma lei para regulamentar o uso mais amplo da marijuana. O ministro da Saúde, Venko Filipce, explica: "Estamos a planear mudanças substanciais na lei. Primeiro para permitir que a flor seja exportada, o que não está claramente estabelecido na lei atual. Mas também, por outro lado, há esta ideia de abrir um debate na sociedade para incluir todas as partes interessadas para discutir a despenalização e descriminalização da canábis e, em certa medida, também a legalização do uso.

O governo social-democrata do primeiro-ministro ZoranZaev manifestou disponibilidade para a regulamentação legal do uso mais amplo da canábis, mas a versão final da nova lei dependerá do debate público sobre este tema, que deverá começar imediatamente após as férias de Ano Novo.