EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Trump indulta amigos e aliados

Trump indulta amigos e aliados
Direitos de autor Seth Wenig/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Seth Wenig/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Nara Madeira com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente dos EUA indultou Paul Manafort, Roger Stone e Charles Kushner, sogro da sua filha Ivanka.

PUBLICIDADE

Mais dois homens, visados na investigação à interferência russa nas eleições presidenciais de 2016, nos EUA, que terminaram com a vitória de Donald Trump, acabam de ser indultados pelo presidente. São eles o ex-responsável pela sua campanha, Paul Manafort, e o seu antigo conselheiro Roger Stone. Nas redes sociais Manaford já agradeceu, "humildemente", ao seu antigo patrão.

Trump tinha já perdoado o ex-conselheiro para a Segurança Nacional, Michael Flynn, e o seu conselheiro de campanha, George Papadopoulos, que confessou ter mentido ao FBI, no âmbito da referida investigação.

De acordo com o NYTimes, e antes de abandonar a Casa Branca, Trump já concedeu 65 perdões, 60 deles, escreve o jornal, com uma possível ligação ao círculo pessoal do chefe de Estado. Entre eles estão Charles Kushner, sogro da sua filha Ivanka.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Donald Trump atribuiu 15 indultos e comutou 5 penas

Paul Manafort irá passar sete anos e meio na prisão

Análise: navios russos enviados para Cuba são uma "demonstração de força" de Putin