Última hora
This content is not available in your region

Trump indulta amigos e aliados

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com AP
euronews_icons_loading
Trump indulta amigos e aliados
Direitos de autor  Seth Wenig/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Mais dois homens, visados na investigação à interferência russa nas eleições presidenciais de 2016, nos EUA, que terminaram com a vitória de Donald Trump, acabam de ser indultados pelo presidente. São eles o ex-responsável pela sua campanha, Paul Manafort, e o seu antigo conselheiro Roger Stone. Nas redes sociais Manaford já agradeceu, "humildemente", ao seu antigo patrão.

Trump tinha já perdoado o ex-conselheiro para a Segurança Nacional, Michael Flynn, e o seu conselheiro de campanha, George Papadopoulos, que confessou ter mentido ao FBI, no âmbito da referida investigação.

De acordo com o NYTimes, e antes de abandonar a Casa Branca, Trump já concedeu 65 perdões, 60 deles, escreve o jornal, com uma possível ligação ao círculo pessoal do chefe de Estado. Entre eles estão Charles Kushner, sogro da sua filha Ivanka.