Última hora
This content is not available in your region

Países Baixos adotam recolher obrigatório para travar coronavírus

euronews_icons_loading
Países Baixos adotam recolher obrigatório para travar coronavírus
Direitos de autor  Peter Dejong/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

As novas estirpes de coronavírus estão a preocupar o governo neerlandês. Para prevenir um aumento e a gravidade dos contágios, os Países Baixos endureceram já este fim de semana as restrições sanitárias no país. Entre as 20H30 e as 04H30, há recolher obrigatório. As exceções precisam de ser justificadas através de uma declaração.

Os cidadãos são aconselhados a não receber mais do que um visitante adulto ou adolescente por dia. E também não devem visitar mais que uma pessoa fora do agregado familiar.

O trabalho à distância está a ser encorajado e, à exceção das escolas profissionais, a maior parte dos estabelecimentos de ensino vai passar às aulas remotas.

Os holandeses parecem estar resignados com as medidas. Na rua, as opiniões tendem a ser favoráveis às medidas do governo.

"Se tiver de ser, temos de o fazer e eu também não teria o que fazer lá fora depois das nove da noite, porque está tudo fechado. E se visitarmos alguém, temos de garantir que chegamos a horas a casa. Não me incomoda, talvez já devesse ter acontecido há mais tempo", defende uma cidadã.

T"É melhor que um confinamento", afirma uma adolescente, que por andar no ensino profissional ainda pode ter aulas presenciais. A atual situação, revela, permite "dar passeios, ir à rua" e "é muito melhor do que ter de ficar em casa o tempo todo". Para a estudante, isso é algo que o governo quer "garantir que não vai acontecer".

O executivo apela ainda para que não haja viagens ao estrangeiro até ao final de março. Quem quiser entrar nos Países Baixos pode não ter autorização. Os voos de e para o Reino Unido estão proibidos, tal como a entrada de passageiros oriundos da América do Sul e de alguns países africanos. Aos restantes é pedido que apresentem um teste à covid-19 com resultado negativo, feito poucas horas antes do voo.