Última hora
This content is not available in your region

Santos Silva espera "cooperação reforçada" UE-Moçambique

euronews_icons_loading
Augusto Santos Silva na reunião de chefes da diplomacia europeia em Bruxelas
Augusto Santos Silva na reunião de chefes da diplomacia europeia em Bruxelas   -   Direitos de autor  JOHN THYS / POOL/EPA
Tamanho do texto Aa Aa

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal espera que seja alcançado "nas próximas semanas" um "quadro de cooperação reforçada" entre a União Europeia e Moçambique para fazer face à "situação gravíssima" em Cabo Delgado.

Augusto Santos Silva fez as declarações depois de uma reunião em Bruxelas com os chefes da diplomacia da UE, durante a qual explicou aos homólogos os desejos das autoridades moçambicanas.

Pude recolher as prioridades muito claras das autoridades moçambicanas, que querem maior cooperação da Europa na área da ação humanitária, na área do apoio ao desenvolvimento e na área da segurança.

Aqui, na área da segurança, sobretudo através de apoio à formação e ao treino de forças militares especiais, assim como através da provisão de equipamento e de capacidade logística.
Augusto Santos Silva
Ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal

O chefe da diplomacia esteve na semana passada em Maputo, onde foi nomeadamente recebido pelo presidente Filipe Nyusi, bem como pelo homólogo moçambicano e pelos responsáveis da Defesa, do Interior e da Agricultura do país.

Uma deslocação que teve como tema central a situação na província de Cabo Delgado, onde as autoridades moçambicanas enfrentam uma insurgência armada responsável por mais de duas mil mortes e 560.000 deslocados.

A crise humanitária no norte de Moçambique levou Maputo a pedir o auxílio europeu.

Editor de vídeo • Rodrigo Barbosa