Nova onda de tumultos contra restrições nos Países Baixos

Nova onda de tumultos contra restrições nos Países Baixos
Direitos de autor Peter Dejong/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pela terceira noite consecutiva várias cidades dos Países Baixos foram palco de tumultos em protesto contra as restrições aplicadas para combater a propagação da Covid-19.

PUBLICIDADE

Terceira noite consecutiva de protestos nos Países Baixos contra as restrições de combate à pandemia de coronavírus. Em Haarlem, nos arredores de Amesterdão, e Roteln, Roterdão, a polícia esteve ativa e usou gás lacrimogéneo e canhões de água para conter distúrbios marcados por vandalismo e pilhagens.

O primeiro-ministro Mark Rutte já antes tinha condenado a primeira noite de violência.

"Para já, os motins são inadmissíveis e qualquer pessoa normal apenas pode ver isto com horror. Começamos a pensar de facto que vai na cabeça destas pessoas. Isto não tem nada a ver com protestar. É violência criminosa e nós vamos lidar como tal", referiu.

Domingo, também houve confrontos entre a polícia e manifestantes em Eindhoven e Amesterdão. Quem contesta diz estar descontente com as restrições e em especial o recolher obrigatório nacional que teve início no sábado entre as nove e meia e as quatro e meia. O país regista 13 mil mortos por Covid-19 desde o início da pandemia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Legislativas arrancam nos Países Baixos

Afinal recolher obrigatório é para manter nos Países Baixos

Tribunal holandês anula recolher obrigatório